Astrônomos dizem ter resolvido mistério da ‘bolha de sabão’

Publicado: 12 de janeiro de 2012 por sundeksp em Reportagens
Tags:, ,

Hubble detectou imagens inéditas dos resquícios de explosão estelar

Astrônomos da agência espacial americana, a Nasa, e da Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês) afirmam ter resolvido um mistério de longa data com um tipo de estrela que deu origem a uma supernova observada em uma galáxia próxima. Usando o telescópio espacial Hubble, eles conseguiram novos dados do que sobrou da explosão estelar (que parece uma bolha de sabão) para identificar um dos vários cenários que provocam tais explosões.

Com base em observações anteriores de telescópios terrestres, os astrônomos sabiam que a classe dessa supernova, chamada de tipo Ia, criou uma nebulosa em forma de bolha chamada SNR 0.509-67,5, que fica a 170 mil anos-luz da Terra, na galáxia Grande Nuvem de Magalhães.

Teoricamente, esse tipo de supernova acontece quando uma estrela conhecida como anã branca atrai massa de outra estrela, entrando em colapso na sequência. Mas no caso de SNR 0.509-67,5, os cientistas não conseguiram encontrar nenhum traço da estrela companheira da anã branca.

“Sabemos que o Hubble tem a sensibilidade necessária para detectar os mais fracos restos de anã branca que poderia ter causado tais explosões”, disse o pesquisador principal Bradley Schaefer, da Universidade Estadual de Louisiana, nos Estados Unidos. “A lógica aqui é a mesma da famosa frase de Sherlock Holmes: ‘Quando você tiver eliminado o impossível, aquilo que permanece, ainda que improvável, deve ser a verdade'”.

Cientistas acreditam que a causa da supernova pode ser explicada pela órbita de duas estrelas anãs brancas em espiral, que se movimentavam cada vez mais perto até que houve uma colisão e, consequentemente, a explosão.

Durante quatro décadas, a busca de supernovas do tipo Ia tem sido uma questão chave na astrofísica. O problema tem assumido especial importância durante a última década, quando supernovas deste tipo passaram a ser ferramentas para medir o universo em aceleração.

Fonte: Portal Terra

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s