Posts com Tag ‘2014’

Àgua é um dos elementos mais raros do universo e, só com ela, é possível que exista a vida
 
Uma equipe do Instituto de Ciência Carnegia, em Washington, nos EUA, encontrou nuvens de vapor d’água em uma estrela que brilha a 7,3 anos-luz da Terra. Esse seria o primeiro indício de nuvens de água fora do Sistema Solar. As informações são do Gizmodo.

Segundo a publicação, a WISE 0855-0714 é considerada uma anã marrom, por ter menos de 1% da intensidade do Sol em seu brilho. Porém, ela é uma das estrelas mais próximas do Sol. 

Até hoje, os cientistas só haviam detectado nuvens de vapor na Terra e em Marte. Vale lembrar que a água é um dos elementos mais raros do universo e, só com ela, é possível que exista a vida. Ou seja, mesmo que nuvens de água não signifiquem vida, a descoberta é extremamente importante e inédita para os cientistas.

Ilustração da estrela WISE 0855-0714  Foto: Gizmodo / Reprodução
Anúncios

Luz misteriosa é vista no céu de diversas regiões dos EUA

Publicado: 8 de outubro de 2014 por sundeksp em Fotos & Imagens
Tags:, , ,
Testemunhas disseram que a luminosidade se movia muito devagar para ser um meteoro e que a luz pareceu se pulverizar de forma bastante incomum
 
Uma luz misteriosa causou curiosidade e espanto em diversos americanos que comentam e postam fotos nas redes sociais do feixe iluminado que apareceu ao longo do final de semana em diversos estados do país. Com informações do Daily Mail.

Inúmeros relatos contam que luzes avermelhadas e azuladas cruzaram o céu entre San Francisco e Washington desde a última sexta-feira. Já o site da Sociedade Americana de Meteoros foi inundado com perguntas e fotos de testemunhas relatando ter visto luzes amareladas ou esbranquiçadas.

Testemunhas disseram que a luminosidade se movia muito devagar para ser um meteoro, e que a luz pareceu se pulverizar de forma bastante incomum, não parecendo se tratar de uma estrela cadente. O cientista Bing Quock, do planetário Morrison da Academia de Ciências da da Califórnia, disse que ele precisa analisar melhor as evidências.

“Olhando para o site da sociedade de meteoros, parece que a luz se trata de algo incomum, com uma espécie de calda maior do que o comum. Talvez seja um pedaço de lixo espacial ou um míssil em teste”, disse.

Uma das fotos divulgadas do feixe de luz misterioso  Foto: CNN / Reprodução
 

Algumas teorias levantadas foram de um possível míssel durante um teste ou lixo espacial secreto que tenha caído na órbita terrestre. Porém, a Força Aérea Americana com base em Vandenburg disse que não foram realizados testes neste final de semana.

A Nasa ainda não se pronunciou sobre o assunto.

 

 

Sonda Curiosity da Nasa encontra ‘bola’ em Marte

Publicado: 8 de outubro de 2014 por sundeksp em Fotos & Imagens
Tags:, ,

Imagens foram registradas no dia 11 de setembro

A missão do robô Curiosity em Marte tem contado com diversas descobertas inusitadas e, por vezes, divertidas. A última foi uma “bola”, encontrada pela sonda da Nasa no território extraterrestre. As informações são do The Independent.

As imagens foram registradas no dia 11 de setembro e divulgadas pela Nasa na última quarta-feira. À primeira vista, o achado parece com uma bala de canhão ou com uma bola de golfe.

No entanto, a “descoberta” não passa de uma rocha esférica. Segundo os cientistas do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa, em Pasadena, nos EUA, o objeto não é tão grande quanto parece e tem apenas cerca de um centímetro de diâmetro. 

A sonda Curiosity, da Nasa, pousou no planeta vermelho em 2012 em uma missão para buscar indícios de que o planeta pôde, um dia, ter abrigado vida.

Um evento cósmico raro é esperado para esta noite, antecedendo as ‘quatro luas de sangue’ que alguns acreditam ser presságio do fim do mundo

Publicado em 10.08.2012

Marte, Terra e Sol vão se alinhar no Espaço na noite desta terça-feira, um evento conhecido também como “oposição de Marte” que só acontece uma vez a cada 778 dias. Porém, o que faz o acontecimento cósmico marcante é ele antecede as “luas de sangue”, um fenômeno que poderá ser visto da terra na próxima semana e que é interpretado por muitos como um sinal bíblico do fim dos tempos. 

De acordo com a Nasa, a rara sequência de quatro eclipses lunares (as ”luas de sangue”) é conhecida como tétrade, e será seguida por seis luas cheias. O ciclo começa na semana que vem, no dia 15 de abril, e terminará apenas em 28 de setembro deste ano. 

Ainda segundo a Nasa, as quatro luas de sangue só foram vistas por três vezes em mais de 500 anos: a primeira vez na Idade Média, em 1493, quando os judeus foram expulsos pela Inquisição Católica na Espanha; a segunda, em 1949, quando o Estado de Israel foi estabelecido na Palestina, e a terceira em 1967, durante a Guerra dos Seis Dias entre Árabes e Israelenses.

Para alguns fiéis, as luas de sangue significam mais que um evento cósmico raro: são um presságio para o “fim do mundo” e o retorno de Cristo à Terra para o Juízo Final. Na passagem bíblica do Livro de Joel, no Antigo Testamento, diz: “O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor” (Joel, 2:31). 

Uma grande erupção solar foi registrada nesta semana e as partículas eletromagnéticas estão chegando à Terra. Por enquanto, especialistas descartam grandes transtornos em satélites ou no abastecimento energético

Satélite Solar Dynamics Observatory, da Nasa, registrou erupção do Sol Foto: Nasa/SDO / Divulgação 
Satélite Solar Dynamics Observatory, da Nasa, registrou erupção do Sol

Foto: Nasa/SDO / Divulgação

Foi no dia 13 de março de 1989 que uma tempestade solar paralisou completamente uma rede elétrica na província de Quebec, no Canadá. Seis milhões de pessoas ficaram no escuro por nove horas. A pane foi causada por partículas que partiram do Sol durante a tempestade e pararam na Terra, e que provocaram alterações no campo magnético do planeta. 

Desta vez, as consequências não devem ser tão dramáticas, informou o Centro Alemão de Pesquisa de Geociências da Associação (mais…)

A descoberta de agrupamentos de “frutas” em Marte foi noticiada há uma década e forneceu alguns dos primeiros indícios de que existiria água em estado líquido no Planeta Vermelho – pelo menos em algum momento de sua história. Agora, uma imagem feita por uma das sondas na Nasa, a agência espacial americana, evidencia, em close, que essas esferas ainda existem – e estão embutidas em rochas marcianas como mirtilo (blueberry) em um bolo. A imagem, divulgada neste início de 2014, faz parte das (mais…)