Posts com Tag ‘materia especial’

 

Por SundekSP em 10 de novembro de 2011 às 23:23h para Aliens na Terra

Em 2011 temos um grande aumento de imagens (fotos e vídeos) do evento G1.9STV, conhecido popularmente por PLANETA NIBIRU (nome dado ao planeta pelos Sumérios). Mas você sabe quais as teorias, as lendas e as realidades (versões oficiais) sobre esse misterioso “planeta”? Pesquisamos em diversos meios de comunicação, entrevistamos cientistas e especialistas em astronomia, tudo para tentar escrever uma reportagem que esclareça todas as dúvidas a respeito desse evento. Abra sua mente e uma boa leitura para você! (mais…)

Por SundekSP para Aliens na Terra

Desde que o homem existe, olhamos a lua no céu com grande encantamento, um certo misto de espanto supersticioso e deslumbramento. Muitos atribuem à lua romantismo, outros a utilizam como uma espécie de calendário para pescas e alguns a observam com diversas dúvidas e desconfianças. Em 21 de julho de 1969, quando os EUA anunciaram que Neil Amstrong acabara de dar o histórico passo na superfície do nosso satélite, parecia que a raça humana tinha conquistado seu primeiro território no espaço e que muitos enigmas seriam desvendados. Entretanto, 42 anos depois, as diversas dúvidas continuaram e muitas outras surgiram. Alguns grupos de estudiosos garantem que o homem não pisou na lua em 1969, outros tentam provar que algo existe em seu lado oculto. O fato é que com o passar do tempo e algumas descobertas realizadas, a Lua ainda hoje desafia a ciência.

Dividiremos essa matéria em e partes: Lendas do Satélite, Aliens na Lua, O Lado Oculto, Teorias Conspiratórias e Novos Projetos.

 

  • Lendas do Satélite

– A Era Pré-Lunar –> Textos antigos, encontrados na Europa e na América do Sul, falam de povos que viveram na Terra em um tempo em a Lua não existia. Na Grécia, esse tempo é denominado “Procelene” ou seja, “Antes da Lua”. Na América do Sul, símbolos descobertos na parede do Pátio de Kalasasaya, próximo à cidade de Tiahuanaco (Bolívia), registram a primeira aparição da Lua há 12 mil anos atrás. O surgimento do “novo” astro teria causado um grande desequilíbrio geológico provocando terremotos, inundações e mudanças climáticas. A idéia de um mundo sem Lua sobrevive na tradição oral dos nativos de Bogotá e a leste das cordilheiras da Colômbia porém as contradições tornam confusa essa história: em época mais recuada, há 23 mil anos, no Paleolítico, o conhecimento das fases da Lua já existia.

– Folclore ufológico –> tem sua própria versão dos fatos relatado no livro De onde viemos, do russo Wladmir Pollansk Miranovav de 1957: uma raça de reptilianos viajando pelo espaço à bordo de um planetóide chegou nas proximidades da Terra. Esse planetóide foi “plantado” na órbita terrestre há milhares ou talvez milhões de anos atrás. Começou, então, o movimento migratório dos alienígenas que, aos poucos se instalaram completamente na Terra. A “nave-planetóide” foi abandonada e hoje é conhecido como Lua!

– O farol lunar –> No começo do século XV, muitos estudiosos observaram um brilho inexplicável na superfície lunar. É uma luminosidade especialmente notável durante os eclipses. As vezes aparece como raios bem distintos; outras vezes, crateras inteiras parecem estar iluminadas ao longe. Esses brilhos ficaram conhecidos como farol lunar. Nos tempos atuais, algumas fotografias apareceram dizendo ser o tal fenômeno, mas sempre desqualificadas por especialistas. O fato é que não existem provas concretas desses tais brilhos.

– Apollo XI – Algumas lendas surgiram na tão comentada missão Apollo XI, liderada por Amstrong. Uma que circula fortemente até hoje é a de uma possível conversa entre o comando da nave e o controle da missão na Terra. Apenas um já reformado oficial da NASA, Christopher Kraft, que chegou a ser diretor da agencia em Houston, confirmou a conversa:

APOLLO XI: Aquelas coisas são gigantes… Não, não é uma ilusão de ótica. Ninguém vai acreditar nisso.
CONTROLE DA MISSÃO (HOUSTON CENTER): O quê? … Que diabo está acontecendo? O que há de errado com você?
APOLLO XI: Eles estão aqui…
CONTROLE DA MISSÃO: O quê está lá? Transmissão interrompida… interferência… Controle chamando Apollo XI.
APOLLO XI: Nós vimos alguns visitantes; eles estiveram observando os instrumentos.
CONTROLE DA MISSÃO: Repita sua última informação.
APOLLO XI: Eu disse que existem outras naves espaciais. Estão alinhados no outro lado da cratera.
CONTROLE DA MISSÃO: Repita, Repita!
APOLLO XI: …automatic relay conectado… Minhas mãos estão tremendo. Eu não consigo fazer nada. Filmo isso? Deus! Se essas câmeras malditas registrarem qualquer coisa… E então?
CONTROLE DA MISSÃO: Você conseguiu registrar alguma coisa?
APOLLO XI: Eu não tinha um filme (virgem) na mão… Fiz fotografias dos discos (naves) ou que quer que seja estão no filme.

 

  • Aliens na Lua

A idéia de Aliens na Lua pode soar como fantasiosa mas é inegável que as missões Apollo  serviram para mostrar que o conhecimento da ciência “oficial” sobre a Lua está longe de ser completo ou satisfatório. Há significativos fatos que permitem a suposição de que a Lua não é um corpo celeste natural. Poderia ser uma “construção” de seres inteligentes ou uma gigantesca base de operações criada por extraterrestres

Hoje em dia, com diversas aparições de objetos sobrevoando próximos a lua, começa a criar força a teoria daqueles que acreditam ser a lua uma base para alienígenas. Recentemente (junho/11) a NASA liberou uma ultima foto do nosso Satélite feita pela Estação Espacial. Após a divulgação, desligou a câmera que ficava mostrando ao vivo para a TV NASA a Lua, dizendo estar fazendo manutenção no equipamento.

Fotos da Lua liberadas pela NASA

Com o desligamento da visão da Lua na Estação Espacial e com a polêmica criada na foto acima, muitos estudiosos amadores começaram a se interessar em fazer imagens do nosso satélite. Com isso diversos vídeos apareceram na internet e, em um deles gerou bastante barulho:

 

Imagens capturadas do vídeo acima

Já possuímos no blog uma matéria específica sobre esse avistamento. Clique aqui para ler a matéria.

 

  • O Lado Oculto

A Lua é único satélite de planeta do sistema solar que tem uma órbita quase que perfeitamente circular. Ao longo das Eras, a força gravitacional da Terra tem provocado retardamento na rotação lunar (movimento da lua em torno de seu próprio eixo) de modo que o período rotacional lunar emparelha-se, com o período rotacional terreno. Trazendo para o popular, existe um hemisfério da Lua que nunca é visto da Terra. Esse hemisfério é a chamada “face oculta” ou “the dark side of the moon” (o lado escuro da Lua).

Em teoria, este hemisfério poderia facilmente abrigar uma base alienígena porque além de não ser visível para os terráqueos ali, os sinais de rádio são bloqueados ou não podem ser rastreados pela tecnologia dos instrumentos captadores utilizados pelos humanos. Por causa dessa órbita, tão peculiar, especula-se que todo o satélite pode ser um engenho artificial instalado por uma raça de extraterrestres que vêm monitorando a vida na Terra desde o surgimento dos primeiros organismos unicelulares.

Ilustração esquemática oficial da estrutura interna da Lua.

Outro fato estranho é que a Lua parece ser oca. Como satélite natural da Terra, a Lua sempre foi considerada como uma esfera homogênea que surge nos cosmos em tempo simultâneo ao surgimento da Terra. Entretanto, há vários indícios de que a Lua é mais velha, como nas amostras de rochas lunares. Foram analisadas e revelaram ser bilhões de anos mais antigas que as rochas terrestres. Só esse fato desafia totalmente a lógica daqueles que, durante décadas defenderam a teoria de que a Lua era um fragmento que se desprendeu da Terra durante o processo de formação do planeta.

As suposições de que o interior da Lua é oco começaram a ser levantadas antes da primeira visita dos astronautas ao satélite.  Em 1962, o cientista da NASA dr. Gordon MacDonald, revendo as informações sobre a densidade da Terra e comparando com a densidade da Lua, que é muito inferior, concluiu  que tal diferença somente seria justificada se a Lua fosse oca. A baixa densidade não era compatível com uma esfera homogênea. Idéia semelhante foi defendida pelo dr. Harold Urey, detentor de um prêmio Nobel; ele sugere que a Lua contém uma cavidade. A mesma opinião foi endossada pelo dr. Sean C. Salomon, do MIT que declarou: “…a Lua pode ser oca.”

Carl Segan, em sua obra Inteligent Life in the Universe escreve: “Um satélite natural não pode ser um objeto oco. Se isso é verdade e a Lua for realmente oca significa que existe alguma coisa muito estranha sobre o nosso satélite”. A experiência das missões espaciais da NASA também sugerem que a Lua é oca.

Quando as equipes da Apollo XII e Apollo XIII lançaram módulos na superfície lunar, descobriram que o impacto havia provocado abalos sísmicos. O pouso da Apollo XII causou uma reverberação semelhante ao barulho de um sino que durou cerca de uma hora. O fenômeno se repetiu com a Apollo XIII, que produziu uma reverberação durante três horas e vinte minutos alcançando uma profundidade de 25 milhas. A análise dessas informações leva à conclusão de que a Lua não possui substância densa em seu interior; se a Lua é realmente artificial, ela deve ter sido “colocada” naquele lugar em algum momento da história da Terra.

 

  • Teorias Conspiratórias

Lançamento Apollo 11

A principal delas é a de que o homem ainda não pisou na Lua e, se pisou não foi em 1969 e a verdade não foi revelada.

– História oficial e o vídeo da chegada do homem a lua em 1969

 

A verdade é que o homem já foi a lua em seis diferentes missões, mas o primeiro ser vivo a pisar na lua não foi um homem, mas sim um cadela russa chamada Laika em 3 de novembro de 1957 a bordo da nave espacial Sputnik II.

A corrida do homem para chegar a lua ganhou bastante força (e investimentos) com a disputa da antiga União Soviética e os EUA, conhecido como Guerra Espacial, no auge da Guerra Fria. Em 1961 o então presidente americano John F. Kennedy fez um discurso que ficou famoso onde dizia que iria enviar homens a lua antes que aquela década acabasse. A partir de então, os EUA colocaram em marcha um ambicioso programa espacial tripulado que iniciou com o Projeto Mercury, que usava uma cápsula com capacidade para um astronauta em manobras em órbita terrestre, seguido pelo Projeto Gemini com capacidade para dois astronautas, e finalmente o Projeto Apollo, cuja espaçonave tinha capacidade de levar três astronautas e pousar na Lua. Os primeiros astronautas a circum-navegar a Lua foram os tripulantes da Apollo 8, Frank Borman, James A. Lovell, Jr. e William A. Anders, na noite de Natal de 1968.

A missão Apollo 11 pousou na superfície lunar em 20 de Julho de 1969, em um local chamado “Sea of Tranquility” (Mar da Tranquilidade). Neil Armstrong e Edwin Aldrin tornaram-se os primeiros homens a caminhar no solo lunar.

Depois da Apollo 11, outras seis missões Apollo foram lançadas, sendo que cinco delas pousaram na Lua (no total de doze astronautas que caminharam na Lua).

Ficou famosa a frase do primeiro astronauta a pisar na Lua, Neil Armstrong: “Um pequeno passo para um homem, um salto gigante para a humanidade”.

Os astronautas da Apollo 11 colocaram uma placa na Lua, onde se lê: Here Men From Planet Earth First Set Foot Upon The Moon. July 1969 A.D. We Came In Peace For All Mankind. (Aqui os homens do planeta Terra pisaram pela primeira vez na Lua. Julho de 1969. Viemos em paz, em nome de toda a humanidade).

A grande verdade é que toda essa história descrita acima não conseguiu convencer a todos. Muitos acreditam que tudo isso foi criado para dar uma resposta final a antiga União Soviética e mostrar quem era a verdadeira potencia mundial.

Abaixo uma matéria em 5 partes (com legenda em português) muito interessante do canal do Youtube    que diz ter gravado do canal FOX onde mostram o quanto impossível era ir a lua em 1969 e também as “falhas técnicas” da possível superprodução criada pelos EUA para comprovar o fato. Vale a pena assistir ao vídeo até o final. Todas as imagens analisadas no vídeo são oficiais da NASA:

 

 

 

 

 

Aqui uma matéria do Jornal da Globo, programa da Rede Globo que foi ao ar no dia 16 de julho de 2009 falando a respeito da NASA ter perdido quase todas as imagens das viagens a lua. Interessante também:

 

 

  • Novos Projetos

Com o fim da era dos ônibus espaciais – programa norte-americano custeado pelo Governo dos E.U.A – empresas particulares investem alto em novas tecnologias, visando o faturamento com as viagens.

A SpaceX, empresa pioneira no início dessa nova era, mostra resultados rápidos e satisfatórios, como  no desenvolvimento da nave Dragon, capaz de transportar astronautas e carga à Estação Espacial Internacional. Clique aqui e veja o vídeo onde mostra a Dragon sendo lançada a bordo de um foguete Falcon.

Segundo estimativas, com pesquisas sob responsabilidade de empresas particulares, o avanço em tecnologias espaciais deve ser mais acelerado do que o vivido nas últimas décadas, passando a ser de responsabilidade de tais instituições o transporte de carga e astronautas para o espaço

Enquanto isso, o governo dos EUA se prepararam para o que parece ser uma investida audaciosa para levar astronautas à Lua até 2020 e lá construir uma base lunar (veja vídeo aqui), e para ir a distâncias maiores – Marte por exemplo – até 2030, com a consrução do super foguete SLS.

Além da construção de novos foguetes, o futuro espacial conta também com uma cápsula e até o protótipo do que deverão ser casas fixas na Lua

 

Os fatos estão todos aí. Tirem suas conclusões…

Fontes de pesquisa: NASA, Sobrenatural, ETS e OVNIS, Youtube, Wikipedia, UFO International